Habemus Vaselina!

Habemus Vaselina! | blog Zerovinteum

A corrida é, com certeza, o esporte mais acessível que me vem a cabeça. Basta calçar um tênis – ou nem isso! –, ter fôlego e ir correr – sem que isso significa sair correndo! Confesso que depois de um bom tempo correndo percebi que as lojas de esporte passaram a me atrair tanto quanto as lojas de bolsas – vale lembrar, sou compulsiva por bolsas. Descobri que a corrida, uma das atividades com maior gasto calórico, além de ser um bom caminho para conquistar um melhor condicionamento físico, se tornou o esporte que mais gosto de praticar e a cada corrida renovo minhas metas e, claro, a vontade de evoluir ainda mais – quase uma obsessão na busca de resultados e maiores distâncias. Viva o runner’s high! Viva a Endorfina!

Sem dúvidas, assim como em qualquer outro esporte, com o passar do tempo, a vontade de ir além desencadeia investimentos que visam a melhora no desempenho. Durante os treinos para os meus vinteum quilômetros, aprendi a ovacionar a vaselina, uma substância gelatinosa à base de petróleo que é vendida em qualquer farmácia, custa muito pouco, é fácil de ser aplicada e, acredite, é fiel escudeira de todos os seus treinos! 

Quando nos exercitamos por bastante tempo, o atrito prolongado em algumas partes do corpo pode causar assaduras, mas isso deixa de ser preocupante quando o treino tem a companhia da vaselina em todos os lugares em que julgamos rolar atrito – é para passar de verdade verdadeira. Virou inseparável, inclusive nos treinos de natação desde quando fiquei com o pescoço super assado quando nadei os meus primeiros 2k na última etapa do Rei e Rainha do Mar!

Dani GermanoComment