Nike e OIR Play, obrigada por incentivar a prática esportiva através da interação com a cidade!

Com o objetivo de convidar o público a praticar mais esportes e a interagir com a cidade, a Nike e a mostra internacional OiR – Outras Ideias para o Rio, inauguram três intervenções artísticas em celebração ao esporte. Um muro que, ao ser percutido em movimento, reproduz a Nona Sinfonia de Beethoven, do artista Leandro Erlich; uma estrutura em bambu que permite ser escalada e explorada de diferentes maneiras da artista Mana Bernardes; e uma incomum pista de skate que convida a novas manobras do coletivo AVAF - Assume Vivid Astro Focus.

Para celebrar esta iniciativa, no último sábado, 16 de julho, a Nike realizou um treino do Nike+ Run Club, no Parque Madureira, para incentivar as pessoas a conhecer e interagir com a obra que reproduz a inesquecível Nona Sinfonia de Beethoven. A atleta - inspiradora! - Fernanda Keller, tricampeã do Ironman Brasil, esteve presente e puxou o pelotão com muita disposição e energia. Esta ação se repetirá em 11 de agosto e 7 de setembro, nos respectivos locais das duas obras restantes e as inscrições serão abertas no site nike.com/Rio.

De acordo com Henry Rabello, Vice Presidente de Marketing e Diretor Geral de Olimpíadas da Nike do Brasil, "o Brasil é um dos países do mundo mais apaixonados por esportes, e é por isso que os Jogos Olímpicos são tão importantes para a Nike. Acreditamos que o esporte tem o poder de transformar uma nação e grande eventos como esse nos dão a oportunidade de inovar e inspirar novas gerações. Estar ao lado de um projeto como o OiR é oferecer ao público mais uma oportunidade de se manter ativo, um convite para as pessoas praticarem mais esportes, interagindo com a cidade do Rio".


A inspiração de Mana Bernardes para sua obra Circuito de Merkabah, a ser instalada na Praça do Ó veio de uma atividade física chamada Integral Bambu, que permite uma grande variedade de exercícios físicos a partir de uma estrutura de bambus construída manualmente, desenvolvida pelo Prof. Marcelo Rio Branco. O nome Merkabah é originário da tradição mística da cabala, cujo desenho se aproxima muito à da estrutura do Integral, composta por duas pirâmides, sendo uma delas invertida, cuja função é conectar microcosmos ao macrocosmo.


A obra Corrida Musical, de Leandro Erlich, que está montada no Parque de Madureira (Zona Norte do Rio) é uma extensa fileira de tubos metálicos fixados ao longo de quase um quilômetro do parque, que só se torna visível para quem tiver disposição e preparo físico para vivenciá-la. A mágica acontece quando o visitante percorre toda a obra tocando-a com uma baqueta, transformando uma simples corrida em um evento musical surpreendente, pois cada tubo representa uma nota da icônica Nona Sinfonia de Beethoven.


Já o trabalho do Coletivo AVAF, Perimetrava + Rio Ramp Design, que ocupará a Praça Marechal Âncora, remete à demolição do Elevado da Perimetral e à vasta área de circulação de pedestres que ali se abriu. Como lá é também um lugar já tradicional para prática do skate, a ideia foi abarcar essas duas utilizações naturais do espaço, por meio de esculturas que servem não só como rampas de skate, mas também como área de descanso para os transeuntes. Algo reforçado pela própria linguagem do skateboarding, uma atividade que tem em sua essência a ideia de apropriação de espaços abandonados ou subutilizados, transformando-os em símbolos indiscutíveis de liberdade e otimismo. Essa obra foi desenvolvida em parceria com a equipe do Rio Ramp Design, especializada em projetos e construção de skateparks, e que possui forte ligação com as artes urbanas.


Dani GermanoComment