Vale viver as Olimpíadas!

Não sou atleta de elite, não tenho biotipo e nem genética para tal, mas tenho vontade de provar para mim mesma que posso fazer aquilo que gosto, sem que tenha que provar nada para ninguém, mas já fui atleta - vivia do e para o esporte! -, almoçava no carro entre o colégio e o clube, treinava por cinco horas ininterruptas a cada dia e, principalmente, aprendi, ainda cedo, que o impossível não existe.

Rio, cidade olímpica. Talvez algo polêmico, mas a cada dia sentia que precisava escrever sobre isso, seja por tanto me deparar com contagens regressivas que me arrepiam ou pela incontável quantidade de "bundões" torcendo contra o evento - e eu me recuso a fazer eco, afinal, apesar do Rio estar em estado de calamidade e, a cada dia, despertar um gigantesco sentimento de repúdio com tanto acontecimento moralmente reprovável, eu não quero viver em outra cidade. Eu quero viver em outro Rio, em outro Brasil. 

Há duas semanas, vivi uma das experiências mais inesquecíveis da vida - sem exagero. Fui convidada pela GOL Linhas Aéreas para assistir a um dos jogos da Liga Mundial de Vôlei e o convite bastou para eu relembrar a Dani, atleta de nado-sincronizado do Flu, alguns dias antes de competir e, se eu fechasse os olhos, conseguia até me ver treinando a coreo e sentindo as fisgadas de uma lesão no joelho que foi forte o suficiente para me tirar da federação com uma precoce história dentro d’água, então, posso dizer que o convite bastou para eu ter certeza do quanto estar próxima de todo e qualquer esporte me preenche!

Quando pude perceber a grandiosidade do Parque Olímpico, da Arena Carioca 1, vibrar a cada ponto feito pelo time do Brasil e admirar a tão linda torcida brasileira, só conseguia pensar que vale muito a pena viver as Olimpíadas.

Naquele dia, sem a menor dúvida, o destino da GOL foi o meu coração. GOL, obrigada por ir pelo futebol, pelo vôlei, pela paracanoagem e pela música. Obrigada por encurtar cada quilômetro e por ter sido mais um elo inesquecível entre mim e o esporte! 


Dani GermanoComment