Comment

Um papo sobre tendências mundiais, Airbnb e Trips!

blog Zerovinteum por Dani Germano | Airbnb
blog Zerovinteum por Dani Germano | Airbnb

A gente sabe que grandes tendências não mais nos afrontam, muito pelo contrário, seguimos em frente juntos e nos sentido muito bem acompanhados. Podemos dizer que a primeira grande tendência mundial - a mais importante e, claro, a que mais precisamos dar atenção! - é a de que as pessoas estão mudando. Finalmente, nós passamos a dar o devido valor as experiências que envolvem autenticidade e trata-se de algo tão forte que, inclusive, influencia no local onde queremos morar - é exatamente por isso que grande parte da sociedade mora em centros urbanos. Parece que é por aqui que encontramos experiências mágicas e autênticas. 

A segunda grande tendência está relacionada à tecnologia que, sim, precisa mudar para nos acompanhar. Atualmente, o dispositivo que temos agora nas mãos ou nos bolos tem muito mais poder que o foguete que mandou à Lua o homem pela primeira vez. O mundo precisa estar cada vez mais conectado e a tendência é que muito em breve estejamos todos conectados uns aos outros.

A mudança climática é algo que deveria ser primordial há tempos, afinal, não é a toa que quinze dos últimos dezesseis anos foram os mais quentes. Enfim, estamos abrindo nossos olhos - infelizmente graças à mudança climática! - e passando a fazer escolhas que condizem com uma vida mais sustentável.

"Viajar" e “turismo”, as melhores palavras do dicionário, passam a ser foco e as viagens estão se tornando uma parte cada vez maior e integrante da Economia. Com o final da Segunda Guerra Mundial e com a invenção do avião - na verdade, desde quando tratava-se apenas de um protótipo, impactaram de modo impressionante - e até meio óbvio - o crescimento do turismo.

A estrutura da Economia também está mudando. A Era da Informação faz com que, inclusive, as pessoas trabalhem em locais compartilhados - viva os coworkings! Atualmente, o nível de desemprego, apesar de ainda ser algo espantoso, tem melhorado de maneira significativa. Vamos nos recuperar do desemprego logo ali e, finalmente, daremos adeus ao nível altamente surreal de jovens desempregados, mas não podemos esquecer que conforme nos despedidos da recessão econômica, a robótica avança e destina-se que nos próximos vinte anos, metade dos empregos possam ser substituídos.. Sim! Por robôs!

Amigx, tudo está mudando! E viva a Era da sharing economy, que deve crescer de quinze para mais de trezentos bilhões!

blog Zerovinteum por Dani Germano | Airbnb

Em 2008, Nathan Blecharczyk, Brian Chesky e Joe Gebbia, naquela época, estudantes de design, se viram sem dinheiro para pagar o aluguel do apartamento onde moravam em São Francisco, Califórnia, e à procura de um novo projeto e de uma grande ideia para iniciar seu empreendimento, acharam a oportunidade ideal para começar seu negócio: uma conferência de designers na cidade. Como grande parte dos hotéis da região estavam com lotação completa, decidiram alugar alguns espaços dentro do apartamento deles como a sala, cozinha e quarto dos fundos - além de um colchão inflável. Em apenas uma noite, Brian, Joe e Nathan desenvolveram a primeira versão do site de hospedagens, com apenas uma opção. Eles conseguiram alugar os seus colchões para três pessoas, nenhuma delas se encaixando no perfil que o grupo imaginava que iria topar se hospedar dessa forma: uma mulher de meia idade, um indiano e um pai de família. Assim, eles perceberam que esse tipo de serviço de hospedagem é muito interessante, já que eles tiveram uma ótima interação com os seus hóspedes. Eis que o que era basicamente para pagar o aluguel, aquele site que eles fizeram em uma noite acabou virando o Airbnb, a oportunidade ideal para começarem o tal negócio que tanto almejavam.

Então, o Airbnb foi fundado em 2008 com a missão de criar um mundo em que as pessoas possam se sentir à vontade quando viajam, se conectando com as culturas locais e passando por experiências especiais. Sua plataforma oferece acesso a mais de três milhões de acomodações, de apartamentos a mansões, de castelos a casas construídas em árvores, em mais de sessenta e cinco mil cidades e cento e noventa e um países. E os números não param por aí! Atualmente, são mais de cento e sessenta milhões de anfitriões e, incrivelmente, no último Réveillon, duas milhões de pessoas passaram a virada do ano hospedadas em um airbnb. A new record! E isso também diz respeito a relação de “aonde o mundo quer ir”. 

Tem dúvidas de que o Airbnb não é bom para o mundo? 1/3 dos viajantes que se hospedam em um airbnb teria deixado de viajar ou não teria ficado tanto tempo.

blog Zerovinteum por Dani Germano | Airbnb

O crescimento de anúncios no Brasil em 2016 foi de 103%.

Rio de Janeiro

São Paulo

blog Zerovinteum por Dani Germano | Airbnb

O que temos pela frente? Há pouco tempo, um dos co-fundadores anunciou que o Airbnb vai virar uma plataforma de ponta a ponta, na verdade, a maior expansão do Airbnb desde sua criação. Um avanço além da hospedagem e com foco na viagem como um todo. Então, por meio de um simples aplicativo será possível escolher como viajar, onde ficar, com quem passar tempo e o que fazer durante a viagem. A viagem deixa de ser apenas uma experiência para se tornar uma experiência mágica.

Disponível a partir de 1ª de junho na plataforma, Trips vai unir casas incríveis, Experiências - atividades especialmente elaboradas e guiadas por experts locais que podem ser de um dia ou imersos com mais dias de duração - locais autênticas e dicas e recomendações de moradores do destino, tudo no mesmo lugar, com intuito de fazer com que as viagens sejam ao mesmo tempo fáceis e mágicas. Tivemos a oportunidade de estar presente no lançamento da plataforma Trips no Brasil, apresentada pelo Christopher Lehane, Diretor Global de Política Pública e Comunicação do Airbnb, e pelo Leonardo Tristão, Diretor Geral do Airbnb Brasil.

Com as Experiências, o Airbnb passa a oferecer acesso sem precedentes a comunidades e interesses locais. A ideia é que a plataforma Trips proporcione mágica e facilidade, tendo como base o fato incontestável que vimos, passamos a buscar “experiências mágicas e autênticas” e isso exige que nos conectemos com o maior recurso do destino: pessoas. Então, Trips é uma maneira de experimentar um ângulo diferente da cidade, por meio de imersões nas comunidades locais. Para o destino, colabora com a diversificação do turismo além dos centros das cidades e pontos turísticos tradicionais, e permite que moradores locais possam participar e se beneficiar do turismo, compartilhando seus conhecimentos e gerando renda extra enquanto atuam com seus interesses e paixões. 

O Trips já está disponível para todos os usuários por meio do app do Airbnb para smartphones. Qualquer um que queira usar o serviço precisa apenas baixar o app em seu celular.

Em novembro de 2016, as Experiências foram lançadas em 12 cidades - Los Angeles, São Francisco, Detroit, Miami, Havana, Londres, Paris, Firenze, Nairobi, Cidade do Cabo, Seul e Tóquio - e a previsão é de ter Experiências disponíveis em mais de 50 cidades em todo o mundo até o final do ano que vem, incluindo o Rio de Janeiro e São Paulo, que terão as Experiências disponíveis a partir de 10 de junho, Cidade do México e nossa querida Bue.

O Brasil também será inserido nas Experiências Sociais, nas quais 100% da renda arrecadada dos hóspedes é direcionada para as instituições participantes. Uma das primeiras a oferecer uma Experiência nesse formato no Rio será a ONG Gastromotiva, com o Refettorio Gastromotiva, iniciativa dos chefs Massimo Bottura e David Hertz e da jornalista Alexandra Forbes, que se dedica a combater o desperdício de alimentos, empoderando jovens cozinheiros socialmente excluídos e oferecendo nutritivas refeições a pessoas em vulnerabilidade social, principalmente a moradores em situação de rua do Rio de Janeiro. Grandes chefs e souschefs de todo o mundo já cozinharam no Refettorio Gastromotiva. 

Qualquer um, maior de 18 anos, que se enquadre nos “padrões de qualidade” - baseados em três pilares principais: o conhecimento do anfitrião e suas habilidades na área desejada, se é apaixonado por conhecer novas pessoas e se é um excelente anfitrião, antecipando a necessidade de seus hóspedes - do Airbnb poderão se inscrever para ter sua Experiência na plataforma, bastando acessar o formulário online no site do Airbnb

Atividades como a possibilidade de conhecer um verdadeiro Baile Charme com um dançarino carioca, fazer um Pub Crawl local pelos botecos clássicos de Copacabana com um expert do assunto e fazer uma aula de boxe nas areias de uma das Praias mais icônicas serão algumas das primeiras Experiências incríveis que estarão disponíveis para os hóspedes no Rio. Definitivamente chegou a hora do Rio conectar pessoas com pessoas por meio de uma plataforma de pessoas para pessoas.

“O Airbnb teve uma ótima aceitação no Brasil. Registramos um crescimento considerável no país, atingindo mais de um milhão de chegadas de hóspedes em 2016. Os brasileiros são anfitriões por natureza, com inúmeros talentos e paixões, que nos deixam confiantes no nível das Experiências que disponibilizaremos juntos no Rio e em São Paulo”, afirma Leonardo Tristão, Diretor Geral do Airbnb Brasil.

blog Zerovinteum por Dani Germano | Airbnb

De acordo com Christopher Lehane, Diretor Global de Política Pública e Comunicação do Airbnb, as experiências que serão disponibilizadas no Brasil oferecerão a oportunidade para que viajantes testem uma nova habilidade, tenham a chance de conhecer pessoas, encontrem atividades e lugares inéditos em destinos onde já estiveram ou, quem sabe, até vejam sua própria cidade sob uma nova ótica. Até agora o Airbnb era de casas, mas com o Trips expande-se para além das acomodações, com a mesma abordagem de empoderamento das pessoas.

Sobre a nossa Experiência, vale dizer que o Grupo Cataratas, organização responsável pela administração do acesso ao AquaRio, Corcovado, Fernando de Noronha e outros parques nacionais no País, criaram uma série de Experiências, que incluem acessos exclusivos ao backstage de algumas das mais icônicas atrações locais, oferecendo uma perspectiva inusitada aos visitantes. 

A nossa Experiência foi no AquaRio. Para ser exata, no tanque principal, maior atração do AquaRio, que, diga-se de passagem, também foi fundo do lançamento da plataforma Trips no Brasil. Com 3,5 milhões de litros de água, sete metros de pé-direito e um túnel passando por seu interior, na combinação da impressionante massa d'água com a grande quantidade de peixes, pudemos alimentar alguns dos peixes. Foi uma sensação tão gostosa! Agora só falta alimentar a Margarida - o maior tubarão do aquário que você respeita - ou, quem sabe, participar de um mergulho real. Foi uma Experiência bem incrível e, certamente, inesquecível o suficiente para nos deixar ansiosos pelas Experiências que, em breve, estarão disponíveis!

blog Zerovinteum por Dani Germano | Airbnb

Comment

Comment

Bue ainda mais buena onda!

Tenho uma relação tão intensa com Bue que me dá vontade de adjetivar com um palavrão. Quem me acompanha há um certo tempo, sabe que minha primeira viagem para Buenos Aires foi bem complicada, mas tive a oportunidade de dar uma segunda chance e voltei apaixonada e intensa e louca para voltar e querendo chamar aquela cidade de minha e comprei passagens para lá de novo.. É exatamente assim que sempre vou pra Bue em doses homeopáticas e volto precisando de um remédio tarja preta.

Falando em Bue, preciso explicar uma coisa: tem gente que tem mania de dar apelidos fofos-ridículos-amorosos-inconvenientes para aqueles que ama. Eu só tentei isso com a minha cadelinha, que não decepciona nunca, e com Bue, depois da cidade ter tido acesso ao meu manual de instruções. Acredito que muita gente se refira a cidade dessa maneira, mas, pra mim, Bue significa lembrar de um bilhete de passagem aérea que liga o Rio a "Bue". Uma das minhas rotas preferidas da vida e, assim, acabo por ver uma Bue toda minha. Toda minha e buena onda de uma maneira muito única!

Ondas Buenas | blog Zerovinteum por Dani Germano

Dessa vez, bem antes de embarcar, Bue me presenteou com a Stephanie. Aliás, internet, preciso dizer que realmente te amo. Obrigada por ser a maior diminuidora de distâncias, por proporcionar novas descobertas vindas dos quatro cantos do mundo, além, é claro, de proporcionar experiências que não seriam possíveis – ou tão fáceis! – sem a "luz" piscante do roteador! Enfim, a Stephanie é psicóloga e chegou por Bue em julho de 2014 para estudar Psicanálise. Enamorada pela cidade, decidiu ficar definitivamente, mas não só com o intuito de se tornar mestra em Psicanálise, como também de ajudar os turistas brasileiros a usufruírem de Bue. Assim, ela e a sócia Andrea Guerra criaram o Ondas Buenas e apostaram na ideia de um serviço personalizado e muito distinto dos que já são oferecidos, já que o Ondas Buenas aposta em um conceito mais amplo de receptivo e, além do transfer, oferece outros serviços que ajudam muito durante cada segundo da viagem, como assessoria no câmbio, indicando as melhores cotações; orientação completa sobre o roteiro do turista na cidade; dicas sobre a melhor forma de deslocamento e orientação sobre o uso de taxi, ônibus e metrô; dicas de segurança; kit Receptivo Ondas Buenas que é maravilhoso e contém um chip para celular, habilitado com plano 3G para acesso à internet*, cartão Sube para uso em ônibus e metrô, adaptador universal para uso de carregadores e equipamentos eletrônicos, mapa Personalizado de Buenos Aires, guia Ondas Buenas que contempla mais de quarenta pontos turísticos, além de opções de bares e restaurantes, mapa do metrô, agenda cultural com seleção de shows, espetáculos e eventos da semana, roteiro de visitas guiadas, sendo várias gratuitas, a prédios e monumentos da cidade, minidicionário português-espanhol com as frases mais usadas no atendimento em lojas, restaurantes, táxis e locais turísticos, guia de compras com indicação dos melhores lugares para comprar roupas, vinhos, maquiagem, decoração, antiguidades, artigos de couro, produtos gourmet e seleção dos melhores shoppings e lojas de departamento, guia de shows de tangos, com os principais espetáculos, características e preços, além de um guia com sugestões de passeios e excursões nos arredores de Bue.

Conheço Bue há tempos e tenho o dom de voltar ainda mais encantada, necessitada de remédio tarja preta para conseguir superar a saudade. Posso dizer que, dessa vez, os meus primeiros e últimos suspiros pela cidade foram com o Ondas Buenas – que pegou o meu manual de instruções emprestado com Bue e acredito fazer isso com todo mundo. Eu garanto que tive o melhor receptivo que já tive na vida! Em poucos minutos já sabia exatamente tudo o que queria fazer durante a viagem, como fazer e, inclusive, onde tinha uma frutaria pertinho do apê que aluguei! Então, sem dúvidas, o Ondas Buenas é a escolha certeira seja na sua primeira ida a Bue, seja na décima vez!

* O chip é pré-pago e o acesso a internet custa AR$6, em torno de R$1,30, por dia.


Comment